Notícias

Notícias

Brasil se junta à campanha mundial da Interpol

A cantora Loalwa Braz representa o país na luta contra o comércio ilegal de medicamentos falsificados

Joanesburgo (África do Sul) – A brasileira radicada na França Loalwa Braz – mundialmente famosa com o hit ‘Chorando se foi (La Lambada)’ – é a mais nova embaixadora da campanha internacional “Proud To Be”, dirigida pela Interpol – International Criminal Police Organization (ICPO) para lutar contra o comércio de medicamentos falsificados.

A cantora, que representa o Brasil no movimento, está em Joanesburgo, na África do Sul, para a gravação de uma versão em português da música que leva o nome da campanha e também um videoclipe da mesma, ao lado de outros embaixadores da causa como o cantor senegalês Youssou N’Dour, a cantora sul-africana Yvonne Chaka Chaka – embaixadora da UNICEF – e o Coral Gospel de Soweto, que já gravou com artistas como Bono Vox, Peter Gabriel, Stevie Wonder e Aretha Franklin, entre outros.

Sobre a campanha “Proud to Be”

Liderada pela Interpol, a campanha “Proud to Be” tem como objetivo sensibilizar pessoas do mundo inteiro para o perigo do comércio de medicamentos falsificados. Esse crime representa uma ameaça iminente para a saúde de populações dos mais diversos países.

Segundo a Interpol, todos os continentes enfrentam o problema do tráfico e da venda ilegal desses medicamentos, principalmente a África, onde, segundo a organização, mais da metade dos medicamentos disponíveis para venda no mercado são falsificados, o que vitimiza milhares de inocentes todos os dias.

Com a iniciativa da campanha “Proud to Be”, a organização internacional visa a alertar, conscientizar e lutar contra essa prática, bem como vem atender ao pleito de vários países, como os do continente africano, que urgem por ações mais enérgicas para divulgar e coibir o tráfico e venda de medicamentos falsificados.

Sensibilizar o público através da música e da imagem, além da união de artistas dos mais diversos cantos do mundo, é pela primeira vez a maneira adotada pela Interpol para esse tipo de ação. E, neste cenário, tem sido de fundamental importância a ajuda de embaixadores como a sul-africana Yvonne Chaka Chaka (Embaixadora da Boa Vontade da UNICEF), o senegalês Youssou N’Dour, a chinesa Jia Ruhan, a francesa Chimene Badi e a brasileira Loalwa Braz, entre outros.

Estão planejadas, ainda em 2012, ações em 190 países, incluindo o lançamento do álbum “Proud to Be” e um grande show no teatro Zennith, em Paris, no final do ano com a presença de todos os embaixadores da causa.

Yvonne Chaka Chaka (África do Sul), Loalwa Braz (Brasil), Jia Ruhan (China) e Chimene Badi (França), embaixadoras da causa

(Foto: Didier Audebert)

Rua Voluntários da Pátria, 190 / 501
Botafogo – Rio de Janeiro - RJ - CEP: 22270-010
Tels.: (21) 2226.1346 / 2226.1347 / 2539.0775
Copyright © 2010 Factual. Todos os direitos reservados.